Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Defesas Graduação e Pós-Graduação > Vida das mulheres pescadoras no Remanso das Águas em Parintins é objeto de estudo
Início do conteúdo da página

Vida das mulheres pescadoras no Remanso das Águas em Parintins é objeto de estudo

Publicado: Terça, 17 de Setembro de 2019, 11h24 | Última atualização em Terça, 17 de Setembro de 2019, 11h32 | Acessos: 340

Trabalho apresentado na quarta-feira, 4, no Miniauditório do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia do IFCHS, a pesquisa de mestrado “ Varando o igarapé, varando canoa, nossa vida é a pesca: um estudo sobre as pescadoras artesanais no Remanso das Águas em Parintins “ , foi defendido por Márcio Bentes Cavalcante, com o objetivo de compreender a construção do lugar do trabalho da mulher na pesca artesanal por meio dos modos de vida desenvolvidos na comunidade do Remanso ao longo dos tempos e, especificamente, compreender como foram construídos os saberes ao trabalho da pesca desenvolvido por elas na comunidade, além de descrever como a divisão temporal das atividades e reflexionar sobre o trabalho da mulher pescadora a partir de seus costumes, crenças e tradições.

Em seus procedimentos metodológicos, a pesquisa adotou uma abordagem qualitativa com análise de conteúdo a partir de narrativas de história de vidas, entrevistas realizadas com as mulheres pescadoras e observação direta de suas práticas em seu cotidiano.

A sua estrutura ressaltou os aspectos inerentes à profissão exercida pelas mulheres na comunidade de pecadores, estudada a partir da lógica de organização social camponesa, na qual, os agricultores desenvolvem atividades ligadas a agricultura. Desse modo, a pesca artesanal, os saberes da tradição passada, a divisão sexual do trabalho, a divisão das tarefas de captura e a teia que compõe e influencia os múltiplos papeis da mulher na organização familiar e a sua ampliação para a sociedade em geral, buscou compreender a valorização da mulher e a sua identidade como trabalhadora da pesca, reconhecendo a sua identidade dentro do seu contexto social que esta inserida.

Banca Examinadora: professora Elenise Faria Scherer (presidente), professor Gláucio Campos Gomes de Matos (membro) e da professora Ana de Aguiar Soares.    

Fim do conteúdo da página